top of page

// SALA DE CINEMA //

As sessões do 1º OLAR reforçam uma América Latina pulsante, que se apresenta através de seu cinema. Histórias que, como uma metonímia, conseguem representar questões de um todo a partir de um lugar, aportando outros pontos de vista para antigos debates. Nos reconhecemos como latino-americanas exatamente na diversidade de nossas culturas e relatos.

 

Os diversos filmes da seleção nos situam através de histórias de vidas reais ou sonhadas, de perspectivas políticas e também de multiculturalidade, entre as quais existe um diálogo que reúne as complexidades da América Latina e suas relações com as mudanças internas e externas. O 1º OLAR nos traz uma composição valiosa de assistir.

MOSTRA REFERÊNCIA OLAR

Um dos pontos fundamentais do Observatório é estimular o reconhecimento de nossas realizadoras. A Mostra Referência OLAR pretende agregar ao repertório de cinema latino-americano obras que nos ajudam a compreender a pluralidade e as unicidades de ser latino-americano. Nessa primeira edição, destacamos a obra da diretora chatina Yolanda Cruz, pelo domínio cinematográfico com o qual aborda temas tão cruciais e urgentes como a migração e a identidade cultural na América Latina. 

Cobra OLAR.png
Cobra OLAR_edited.png
Yolandaphoto2021.jpeg

Yolanda Cruz

Graduou-se em Artes Liberais no Colégio Estatal de Evergreen, Olympia, Washington, e fez mestrado em Fine Arts (MFA) no Departamento de Cine, Televisión y Medios Digitales da Universidade da California, em Los Angeles (UCLA). Nos últimos 15 anos, Yolanda Cruz produziu três curtas de ficção e sete documentários, como cineasta indígena, migrante e latina, buscando corresponder aos assuntos emergentes para sua comunidade.

Olho OLAR.png
Olho OLAR.png

Serão exibidos dois filmes de Yolanda Cruz, seu longa metragem Hope, Soledad (2021), um road movie em que a partir da realidade de duas mulheres que se conhecem em uma peregrinação, rumo a Virgem de Juquila, a diretora consegue refletir sobre temas tão universais para a América Latina, como o sincretismo religioso, a migração e a busca das novas gerações por suas origens, fundindo realidade e ficção com maestria. O curta Las lecciones de Silveria (2014) em que compreendemos as universalidades da infância, através das emoções e brincadeiras de uma criança zapoteca.

(2021) Ficção 79''

HOPE, SOLEDAD

Poster.07052022.3.jpg

SINOPSE

 

Hope e Soledad se encontram em uma peregrinação a Juquila, Oaxaca. Hope, uma estudante universitária, tenta encontrar a si mesma na terra de sua mãe depois de ser expulsa dos Estados Unidos. Soledad luta para se liberar de seu amante falecido e terminar a relação com seu esposo que vive nos Estados Unidos. Juntas, caminham com os peregrinos enquanto buscam aliviar seu sofrimento pessoal.

FICHA TÉCNICA

  • Direção: Yolanda Cruz

  • Produção: Luis Fernando Guizar

  • Roteiro: Yolanda Cruz

  • Direção de Fotografia: Luis F. Guizar

  • Som Direto: Alex Serbulo

  • Direção de Arte: Norma Iris

  • Montagem: Luis F. Guizar & Yolanda Cruz

  • Trilha Sonora: Pepe Carlos, Alex Bendaña

  • Finalização de Som: Senior Sound Editor, Maria Murillo

  • Elenco: Frida Cruz e Karen Daneida

  • Empresa Produtora: Flor De Luz

(2014)

LAS LECCIONES DE SILVERIA

CARTAZ - Las Lecciones de Silveria - Yolanda Cruz.jpg

SINOPSE

 

Uma menina zapoteca paga um preço por suas travessuras. Gravado em terras zapotecas, o curta transporta o público a vida tradicional de uma casa indígena e mostra que algumas travessuras da infância são universais.

FICHA TÉCNICA

  • Direção: Yolanda Cruz

  • Roteiro: Yolanda Cruz

  • Produção: Carlos Cruz Garza

  • Fotografia: Jerry Henry

  • Som: Flabiano Mendoza

  • Música: RIGL

  • Elenco: Lupita, Bernardo Ruiz e Agustín Chávez

  • Direção de Arte: Gibrán Morales

22 a 26 de novembro

MOSTRA COMPETITIVA
// SARA GÓMEZ //

A Mostra Competitiva do 1º OLAR confere o troféu Sara Gómez de Melhor Curta-Metragem a uma realizadora, no intuito de incentivar sua carreira e o reconhecimento dos quesitos técnicos, estéticos e narrativos de seu filme. 

(Ava, 2022, Cuba)  Ficção, 6'11'

UN TIPO COMO TU

IMG-20220911-WA0032 - Yamel González.jpg

SINOPSE

O encontro de dois desconhecidos (um rapaz e uma mulher) desata não só suas mais ardentes paixões, mas também afloram neles os preconceitos, traumas e desejos que terão que enfrentar. 

CLASSIFICAÇÃO

Não recomendado para menores de 16 anos.

REALIZADORA | Ava

Directora novel, guionista, productora y actriz, Ava possui experiência como modelo, atriz de teatro e cinema e agora dirige seu primeiro filme Un tipo como tu.

EQUIPE

  • Direção: Ava

  • Produção: Daniel Hernández

  • Roteiro: Marcos Antonio Pérez Fernández 

  • Direção de Fotografia: Daniel Hernández

  • Direção de Arte: Evelyn Corvea 

  • Direção de Som: Luis Alejandro Yero 

  • Montagem: Ava

  • Elenco: Ava, Marcos Antonio Pérez Fernández 

(Anna Diniz, 2021, Brasil) Ficção, 8’35’’

O QUE OS MACHOS QUEREM

cartaz o que os machos querem - Carambola Arte.png

SINOPSE

Na afiada ponta da faca, uma mulher prepara uma receita de picado que não está em nenhum livro de culinária.

CLASSIFICAÇÃO

Não recomendado para menores de 14 anos.

REALIZADORA | Anna Diniz

Realizadora, diretora de arte e figurinista de Audiovisual, atua em publicidade e teatro desde 1997. Ao longo de 25 anos de carreira, trabalhou em cerca de 40 filmes entre curtas, médias e longas ficcionais e documentais. Estreou na direção em 2019.

EQUIPE

  • Direção: Anna Diniz

  • Produção: Drica Soares

  • Roteiro: Ana Dinniz

  • Direção de Fotografia: Érica Rocha

  • Direção de Arte: Ana Dinniz

  • Direção de Som: Jana Lacerda/ Isadora Torres

  • Montagem: Joana Maia

  • Elenco: Ana Marinho

(Carmela S, 2022, Argentina) Ficção, 10'

LA VISITA

poster chico - Carmela C. Sandberg.png

SINOPSE

Danila trabalha em uma imobiliária mostrando imóveis. Ela recebe a visita de Luis, possível comprador de um antigo apartamento no coração da cidade. As paredes sólidas, os espaços labirínticos, o silêncio e Luis despertam nela um estado de alerta, transformando seu trabalho em uma possível armadilha.

CLASSIFICAÇÃO

Não recomendado para menores de 12 anos.

REALIZADORA | Carmela Sandberg

Atriz e jornalista uruguaia radicada em Buenos Aires. "La visita" é seu primeiro curta como roteirista, diretora e produtora, que estreou na Competição Internacional BAFICI23 e recebeu duas menções especiais da RECAM e SIGNIS. O mesmo filme ganhou o Prêmio do Público no Polo Sur Audiovisual e obteve a menção do júri no Chascomús Film Festival.

EQUIPE

  • Direção: Carmela Sandberg.

  • Produção: Carmela Sandberg e Javier de Pietro

  • Roteiro: Carmela Sandberg

  • Direção de Fotografia: Carolina Rolandi

  • Direção de Arte: Serena Larrinaga

  • Direção de Som: Ariel Conti

  • Montagem: Camila Adaro Liloff

  • Elenco: Eliana Murgia e Luciano Suardi

(Caro F, 2020, Chile) Ficção, 23'16'' 

CASIMIRA

Poster Casimira Palmares (1) - carolina andrea fuentealba.jpg

SINOPSE

Em uma pequena casa na Patagônia mora Casimira (80), uma mulher de olhar amigável que passa seus dias em meio aos diferentes trabalhos do campo. O seu dia a dia torna-se difícil e é preciso pedir ajuda para algumas tarefas. Apesar de tudo, ela manterá a sua independência com convicção e partirá para um último desafio.

CLASSIFICAÇÃO

Livre.

REALIZADORA | Carolina Fuentealba

Realizadora audiovisual, diretora de arte e fotógrafa da região da Aysén. Seu trabalho se concentra no resgate do patrimônio humano e histórico de diferentes eventos na Patagônia chilena através de fotografias, artes visuais e obras audiovisuais.

EQUIPO

  • Dirección: Carolina Fuentealba.

  • Producción: Daniela Anomar

  • Guión: Carolina Fuentealba e Ignacio Ruiz

  • Dirección de Fotografía: Victor Silva

  • Dirección de Arte: Ignacio Ruiz

  • Dirección de Sonido: Cristian Areas

  • Montaje: Caro Fuentealba

  • Elenco: Oda Cassis, Rubén Redlich, Naldy Hernandez

(Claudia R, 2021, Argentina) Animação, 1’59’’

MIS MIEDOS

MIS MIEDOS.png

SINOPSE

Certa manhã, uma mulher em Santa Fé reflete sobre seus medos durante a pandemia.

CLASSIFICAÇÃO

Não recomendado para menores de 14 anos

REALIZADORA | Claudia Ruiz

Diretora e produtora da região litorânea da Argentina, especializada em stop motion. Já dirigiu diversas séries, animações e videoclipes animados. Também possui trabalhos na área de roteiro para cinema.

EQUIPE

  • Direção: Claudia Ruiz

  • Produção: Claudia Ruiz/El Molinete

  • Roteiro: Claudia Ruiz

  • Direção de Fotografia: Marcos Martinez

  • Direção de Arte: Alejandra Bonfanti

  • Direção de Som: Mario Daniel Martinez

  • Montagem: Claudia Ruiz

  • Elenco: Alejandra Bonfanti

(Érica Sarmet, 2021, Brasil) Ficção, 26' 

UMA PACIÊNCIA SELVAGEM
ME TROUXE ATÉ AQUI 

uma-paciencia-1080x1080px-final-PT.png

SINOPSE

Cansada da solidão, Vange (Zélia Duncan) vai a uma festa lésbica pela primeira vez.

CLASSIFICAÇÃO

Proibido para menores de 18 anos.

REALIZADORA | Érica Sarmet

Roteirista, diretore e pesquisadore. Dirigiu e roteirizou os curtas "Latifúndio" (2017) e "Uma paciência selvagem me trouxe até aqui" (2021), vencedor de 12 prêmios. É sócie da produtora Excesso Filmes. Atualmente dedica-se à produção e pós-produção de curtas e ao desenvolvimento de seu primeiro longa.

EQUIPE

  • Direção: Érica Sarmet

  • Produção: Érica Sarmet, Silvia Sobral, Lívia Perez

  • Roteiro: Érica Sarmet

  • Direção de Fotografia: Cris Lyra

  • Direção de Arte: Martim Charret

  • Direção de Som: Mariana Graciotti

  • Montagem: Clarissa Ribeiro, Bem Medeiros

  • Elenco: Zélia Duncan, Bruna Linzmeyer, Camila Rocha, Clarissa Ribeiro e Lorre Motta

((Itati R, 2022, Argentina) Animação, 7'51'' 

CARLOS MONTAÑA

Carlos_Montaña_Poster_Final - Ezequiel Dalinger.jpg

SINOPSE

Carlos Montanha é operário na Tucumã argentina de 1976. No meio da jornada de trabalho, forças repressivas chegam à indústria onde ele trabalha.

CLASSIFICAÇÃO

 Não recomendado para menores de 12 anos.

REALIZADORA Itati Romero

Formada pela UNC em Cinema e TV e produtora pela OSA Estudio. Fez trabalhos de produção e programação em festivais de cinema. Realizou seu primeira curta "Carlos Montaña" e atualmente produz um curta e outra longa-metragem.

EQUIPE

  • Direção: Itati Romero

  • Produção: Luciana Rodriguez

  • Roteiro: Ita Romero y Matías Berelejis

  • Direção de Arte: Itati Romero

  • Direção de Som: Matías Berelejis y Facundo Corsini

  • Montagem: Itati Romero y Diego G. Medina

(Katherina S, 2022, Chile) Ficção, 18'56''

ESTRELLAS DEL DESIERTO

(Disponível apenas no Brasil)

baja_ESTRELLAS DEL DESIERTO_POSTERFINAL - Katherina Harder.jpg

SINOPSE

No meio do deserto do Atacama, Antay (12) vê sua cidade desaparecer diante da seca. Junto com seus amigos e seu pequeno time de futebol, eles tentarão se agarrar aos últimos raios de sol, aos fragmentos de sua infância e aos laços daqueles que ainda resistem.

CLASSIFICAÇÃO

Livre.

REALIZADORA | Katherina Sacre

Diretora de cinema e TV chilena. Cofundadora e Diretora do Festival Internacional de Cinema de Iquique. Realizou uma série e alguns curtas. Atualmente desenvolve projetos na Espanha e no Chile, onde é cofundadora da Volcánica Films, e está produzindo o roteiro de seu primeiro longa.

EQUIPE

  • Direção: Katherina Harder Sacre

  • Produção: Selva Gonzalez, Elliot Morfi , Katherina Harder

  • Roteiro: Rubens Juarez

  • Direção de Fotografia: Diego Lazo

  • Direção de Arte: Nicolas Oyarce

  • Direção de Som: Romina Nuñez Cano

  • Montagem: Roberto Salinas

  • Elenco: Bastian Bravo, Luciano Gonzalez, Josefa Aguilar, Catalina Saavedra

(Luisa U, 2020, Guatemala) Ficção, 9'34''

SOÑÉ CON ANNA

Soñé-con-Anna-Afiche-1350x1080-02 - Luisa Urbina.png

SINOPSE

No final dos anos 1980, uma dançarina reconhece seu pai na plateia, agora uma mulher trans, com quem ela não fala há muito tempo por ele supostamente ser um desaparecido da guerra interna na Guatemala. A bailarina relembra episódios de sua infância e decide procurá-la, levando a um possível reencontro.

CLASSIFICAÇÃO

Livre

REALIZADORA | Luisa Urbina

Atua no audiovisual como roteirista, diretora e produtora de curtas-metragem. Exerceu também funções diversas como produção, produção de campo, produção virtual e edição para cinema. 

EQUIPE

  • Direção: Luisa Urbina

  • Produção: Luisa Urbina y Alexia Citalán

  • Roteiro: Luisa Urbina

  • Direção de Fotografia: Alex Palnick

  • Direção de Arte: José Monterroso

  • Direção de Som: Jean Carlo Linares

  • Montagem: Marcela Benitez

  • Elenco: Emily Górriz, Lola Vásquez, Emma Gil

(Maitena M, 2022, Argentina) Ficção, 11'53''

CHAO FAN

Frame 1 - Maitena Minella_edited.jpg

SINOPSE

Buenos Aires, anos 2000. Leo, sua mãe e sua irmã mais nova, passam um tempo em um restaurante chinês após serem despejados. Sem saber para onde ir, as três esperam uma ligação do pai para saber o que fazer, mas Leo tem seu próprio plano: quer ir morar na Itália.

CLASSIFICAÇÃO

Livre.

REALIZADORA | Maitena Minella

É formada em roteiro e direção cinematográfica pelo CIEVYC. Em 2017 recebeu o apoio da Bienal de Arte Jovem para realizar uma websérie. Está desenvolvendo sua obra prima: PDN, que ganhou o prêmio de desenvolvimento de roteiro no LABEX, o Fundo de Desenvolvimento Metropolitano da cidade de Buenos Aires.

EQUIPE

  • Direção: Maitena Minella

  • Roteiro: Maitena Minella

  • Produção: Felipe Urtizberea

  • Direção de Fotografia: Joaquín Camaño Casais 

  • Direção de Arte: Lorena Silvariño

  • Direção de Som: Mariana Delgado

  • Montagem: Jimena Salas Perilli

  • Elenco: Camila Romagnolo, Valeria Lois

(Nicolasa R, 2020, México/Japão) Documentário, 15'09''

OBACHAN

Captura de Tela 2022-11-21 às 18.52.54.png

SINOPSE

Qual o papel da guerra na concepção dos relacionamentos amorosos e dos casais? A guerra destrói sonhos e impõe destinos. O filme se constrói a partir de perguntas de uma das confissões mais íntimas de seu personagem: nunca ter amado seu único companheiro e ter tido que usar muita força para lidar com sua vida.

CLASSIFICAÇÃO

Livre.

REALIZADORA Nicolasa Ruiz

Estudou Mídia Audiovisual na Faculdade de Letras da Universidade Autônoma da Baixa Califórnia (UABC). Estreou seu primeiro curta em 2019. Obachan é seu segundo curta documental. Vem desenvolvendo projetos em áreas como produção e roteiro.

EQUIPE

  • Direção: Nicolasa Ruiz Mendonza

  • Produção: Minoru Kiyota, Paulina Valencia, Nicolasa Ruiz

  • Roteiro: Nicolasa Ruiz

  • Direção de Fotografia: Adrian Durazo y Nicolasa Ruiz

  • Direção de Som: Thomas Becka

  • Montagem: Nicolasa Ruiz

  • Elenco: Fuyu Kiyota

(Rayane T, 2021, Brasil) Ficção. 23'

O OVO

O ovo (1) - teles rayane.jpg

SINOPSE

Em um Brasil distópico, em que toda a população se encontra infértil e governada por um regime ditatorial populista, a relação de um casal formado por uma camareira de hotel e um padeiro expõem problemas estruturais no casamento e na sociedade.

CLASSIFICAÇÃO

Livre.

REALIZADORA | Rayane Teles

Diretora e roteirista baiana, estudou cinema e audiovisual na UESB. Dirigiu e roteirizou obras de curta-metragem. Estudou roteiro no 1° curso para roteiristas estreantes Fulbright New Voices e atualmente faz mestrado em roteiro na Escuela Internacional de Cine y TV em Cuba (contemplada com uma Bolsa do Projeto Paradiso).

EQUIPE

  • Direção: Rayane Teles

  • Produção: Daniel Leite Almeida e Raysa Coelho

  • Roteiro: Rayane Teles

  • Direção de Fotografia: Fanny Oliveira

  • Direção de Arte: Saulo Gouveia

  • Direção de Som: Glauber Lacerda

  • Montagem: Kauan Oliveira

  • Elenco: Valdinéia Soriano e Vado Souza

(Renaya D, 2022, Cuba) Experimental, 3'49'' 

PATUÁ

patuá poster.png

SINOPSE

Para quebrar um feitiço, Maya invoca o espírito de Ayo, um amor antigo que está se transformando em egum. Eles viajam para Olorum e, junto com suas ancestrais, constroem um Patuá que permite que Maya continue com sua vida, enquanto Ayo conclui sua jornada para o mundo dos mortos.

CLASSIFICAÇÃO

Livre

REALIZADORA | Renaya Dorea

Artivista multidisciplinar afro-indigena. Nascida na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro. Dialoga com as poéticas da diáspora africana pela auto-representação de mulheres afrolatinas em múltiplas linguagens. É realizadora de um documentário e alguns curtas, e idealizadora do projeto #sereiasdamata. É especializada em TV e Novas Mídias (EICTV), graduada em Artes e Design (UFJF), membro da APAN e co-fundadora do Coletivo Descolonia.

EQUIPE

  • Direção: Renaya Dorea

  • Produção: Brena Andrade e Renaya Dorea

  • Roteiro: Renaya Dorea

  • Direção de Fotografia: Juana Lotero

  • Direção de Arte: Renaya Dorea e Isadora Lis

  • Direção de Som: Priscilla Valdez Duran

  • Montagem: Feguenson Hermogène e Renaya Dorea

  • Elenco: Wara, Liliam Chacon, Mariela Ducasse Garcia, Renata Dorea.

22 a 26 de novembro

SESSÃO
// RELATOS DE CINE //

Sessão Relatos de Cine,  filmes que abordam a participação das mulheres na história do cinema, trazendo novos fatos e pontos de vista antes não projetados.

(Hyndra, 2022, Brasil) Documentário, 8’ 

PELAS ONDAS LAMBEM-SE
AS MARGENS

cartaz digital pelas ondas lambem-se as margens (2022) - Hyndra Lopes.jpg

SINOPSE

Quando apreciados em conjunto, os cartazes de filmes podem ser compreendidos a partir de outros elementos. O filme se propõe a explorar narrativas sobre o feminino contada por cartazes ao longo do cinema brasileiro.

CLASSIFICAÇÃO

Não recomendado para menores de 14 anos.

REALIZADORA | Hyndra

Hyndra: Atualmente é estudante de Antropologia pela UFBA e pesquisa cinema brasileiro, gênero e diversidade. 

EQUIPE

  • Direção: Hyndra

  • Produção: Hyndra

  • Roteiro: Hyndra

  • Direção de Fotografia: Hyndra

  • Direção de Arte: Hyndra

  • Direção de Som: Hyndra

  • Montagem: Hyndra

(Paula A, 2022, Chile) Documentário, 29’51’’

ALICIA ARMSTRONG LARRAÍN

poster Alicia Armstrong Larrain_Final - Paula Armstrong.png

SINOPSE

Um e-mail inesperado revela a uma jovem cineasta a existência de uma diretora chilena com seu mesmo sobrenome. Paula tenta descobrir tudo sobre ela, se dando conta que por trás se esconde algo mais profundo que um simples filme.

CLASSIFICAÇÃO

Não recomendado para menores de 12 anos.

REALIZADORA | Paula Merino

Diretora, roteirista e montadora licenciada em Comunicação Audiovisual (Duoc Uc). Participou de curtas, séries de televisão e longa-metragens. Trabalha na Imago Producciones, produtora dedicada a divulgação científica. Pertence ao grupo Nosotras Audiovisuales.

EQUIPE

  • Direção: Paula Armstrong Merino

  • Produção: Pablo Rosenblatt Guelfenbein - Andrea Carvajal Sandoval 

  • Roteiro: Paula Armstrong Merino

  • Direção de Fotografia: Martín Muñoz Astudillo - Vicente Bravo Alegría

  • Direção de Som: Martin Muñoz Astudillo

  • Montagem: Paula Armstrong Merino